Agradecimentos

Há um ano eu comecei a escrever as histórias deste blog. O principal motivo foi responder à pergunta: “Por que uma moça tão bonita e inteligente como você está sozinha?” – feita muitas vezes por pessoas que realmente pensavam assim, e muitas vezes por pessoas que só estavam sendo irônicas.

Para as irônicas, a melhor resposta continua sendo: “Exatamente!”

Quanto às outras, espero que elas tenham entendido as minhas razões, independentemente de concordarem ou não com elas.

Eu sei que algumas pessoas se sentiram criticadas. Se este foi o caso, sinto muito e peço desculpas. Eu nunca tive intenção de criticar ninguém. Como já disse admiro muito todos aqueles que conseguem ter uma vida a dois e/ou constituir uma família. Eu sei que é muito difícil e ao mesmo tempo recompensador. Infelizmente eu não sou tão corajosa assim.

Meu maior receio quando eu comecei a escrever as histórias era que as pessoas se sentissem obrigadas a lê-las. Medo infundado: depois de mais de 1.200 acessos de pessoas de vários países diferentes e de poucos comentários dos meus amigos e familiares – agradeço àqueles que o fizeram – eu sei que as pessoas que acessam meu blog não o fazem para me agradar, e sim porque o que eu escrevi tem algum significado para elas.

Quando eu comecei a traduzir as histórias para o Inglês (para atender ao pedido de alguns amigos que não falam Português) o número de acessos triplicou. Hoje em dia os posts em Inglês são os mais populares.

Além das 30 razões – para sermos balzaquianos convictos, mas não invictos. (Afinal, o sexo oposto ainda serve para alguma coisa) – Eu comecei também as escrever o segmento E eles (não) viveram “Felizes para sempre”… para ilustrar as razões listadas por mim e para homenagear pessoas cujas vidas, em minha opinião, são exemplares. Uma vez que a grande maioria dos meus leitores é estrangeira, eu comecei o terceiro segmento Get a life em Inglês. Aqui as histórias foram criadas para responder às seguintes perguntas constantes, feitas desta vez por pessoas solteiras: Como você consegue ficar sozinha? Como você consegue não enlouquecer toda vez que conhece alguém? Como você não fica deprimida por estar sozinha? Estas histórias serão traduzidas para o Português assim que possível.

Gostaria de agradecer a todos aqueles que leram e comentaram e a todos aqueles que não leram por obrigação.

Gostaria de agradecer ao fotógrafo Stefano Paterna pelas fotos cedidas. Elas com certeza deram vida às histórias.

Muito obrigada,

 

Valéria

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s