Amigos

Eu não sou saudosista. Sempre vivo o presente e nunca fico pensando no passado.  O que ficou para trás, ficou. Mas, se eu parasse para pensar do que eu sinto falta, eu diria – com certeza – que eu tenho saudades dos meus amigos e da relação de cumplicidade que tínhamos. A correria do dia-a-dia, a escolha de diferentes caminhos e o fato de eu ter ido morar no Nordeste restringiu muito o meu círculo de amizades em São Paulo. Apesar de eu ainda ter contato com eles através das redes sociais, a distância se faz presente. Não existe nada que substitua o contato pessoal: sentar-se frente a frente e conversar sobre tudo o que aconteceu e tem acontecido, dar e receber um abraço, rir dos imprevistos e sofrer juntos pelas perdas é primordial para a manutenção dos laços de amizade. O carinho que sentimos por aqueles que não vemos mais não vai desaparecer, mas eles – infelizmente – acabam fazendo apenas parte de imagens que aparecem no nosso mural. Ao substituirmos as mensagens, e-mails e telefonemas por curtidas, acabamos nos afastando cada vez mais. Muitas vezes achamos que está tudo bem com a pessoa, mas, na verdade, ela está passando por uma fase extremamente difícil.  Vemos fotos sorridentes e não nos damos o trabalho de ligar para nossos amigos, pois assumimos que estão bem. Meu melhor presente de Natal deste ano foi rever pessoalmente, ou falar por telefone com alguns amigos muito especiais. Encontrá-los depois de tanto tempo e sentir que nem o tempo, nem a distância tinham alterado os sentimentos foi muito gratificante. Agora tenho também os amigos que deixei em Natal e espero que eu não fique tanto tempo sem vê-los. Afinal, o que passou, passou, mas existem pessoas e coisas que nunca passam. Elas se tornam partes de nós mesmos e fazem parte da nossa história de vida. Aliás, as nossas histórias se confundem e não seríamos quem somos se não as tivéssemos conhecido.  A vida sem elas é possível, mas que vida mais chata! Muito obrigada. Beijos carinhosos, Val.

Anúncios

Um pensamento sobre “Amigos

  1. Amei!!!! Isso mesmo!!! Nada substitui um abraço e uma conversa frente a frente!!! Rede social é “tapa buraco” da saudade, pode ajudar, mas não podemos deixar “afastar”!!! Beijos! Helda

    Helda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s