Viva a vida – Música

Eu não sou uma estrela de cinema, mas minha vida sempre teve sua própria trilha sonora. Eu tenho poucas lembranças da minha infância, mas todas têm relação com a música. Minha mãe era professor de Inglês e sempre ouvia música Americana e Britânica. Ela também gostava de Musicais: desde os desenhos de Walt Disney até os filmes de Gene Kelly. Meu pai gostava de ouvir música clássica e de assistir a óperas e ballets. Eu me lembro de que ele tinha uma caixa de madeira com LPs rosas e amarelos com o melhor da música clássica que tinham um grande impacto visual. Eu também gostava das capas do LPs favoritos da minha mãe: The Beatles, Elvis Presley, Bill Haley, Pat Boone e as Big Bands americanas. Aqueles grupos e cantores eram como personagens de conto de fadas e suas músicas minhas canções de ninar. Ambos gostavam de música brasileira também: Bossa Nova e MPB estavam presentes nas nossas prateleiras. Eu tive muita sorte em ser uma adolescente durante a década de 80. Muitas bandas e estilos musicais surgiram e se desenvolveram nesta década. Eu posso dizer que fui testemunha da explosão do Pop Rock brasileiro. Eu presenciei o nascimento de muitas bandas tais como Barão Vermelho, Paralamas do Sucesso, Legião Urbana e Titãs. Nós íamos a um show de uma banda obscura em um dia e algum tempo depois eles estavam tocando no radio e na MTV. Era como se fizéssemos parte do sucesso deles. Minha consciência política também surgiu por causa da música. “Sunday Bloody Sunday” do U2, “Cálice” do Chico Buarque e do Gilberto Gil e “Polícia” dos Titãs são alguns exemplos. É claro que sendo brasileira eu gostava muito de samba e de Carnaval. Nós passávamos um ano inteiro planejando nossas fantasias. A música fez minhas viagens melhores: o Peru e a Bolívia não seriam os mesmos sem Los Kjarkas ou a música tradicional Andina. Quando eu visitei estes países as músicas “Ave de Cristal”, “El Picaflor” e as flautas peculiares da música Andina fizeram que a minha viagem tivesse um sentido maior; as músicas de Alejandro Sanz me fizeram companhia durante minha viagem pela Espanha; a Bahia nunca seria a mesma sem Dorival Caymmi, Caetano Veloso, Chiclete com Banana ou Timbalada – Não há maneira de se descrever a sensação eletrizante que sentimos ao assistir ao ensaio da Timbalada no Pelourinho. Eu cresci ouvindo música e ela se tornou uma parte vital de mim. É como comer ou dormir. Eu não sei como muitas pessoas vivem sem música. Eu acordo com “Good Morning” da Norah Jones tocando no meu despertador e eu vou para cama ouvindo música. Ela pode mudar meu humor e já mudou minha vida mais de uma vez. Os autores de música substituíram os poetas – para o bem e para o mal – eles podem expressar sentimentos e emoções que não conseguimos. A letra é muito importante numa canção. Algumas vezes a melodia basta. Quando uma letra genial se une a uma melodia perfeita, temos então músicas que têm o poder de nos fazer chorar, rir, nos apaixonar, perdoar, tomar decisões e mudar nossas vidas. O que eu tenho ouvido ultimamente? Adriana Calcanhoto, Maria Rita, Zélia Duncan, Marisa Monte, Cássia Eller, Adele, Norah Jones, Amy Winehouse, Alicia Keys, Corinne Bailey Rae e Joss Stone. Viver a vida não é suficiente. Temos que colocar um pouco de música nela.

Fotógrafo/Photographer: Stefano Paterna (direitos reservados/copyrighted)

www.stefanopaterna.com

Music

Joss Stone

Nothing in this world got me like you do baby
I’d give up my soul
If I couldn’t sing with you daily
I’m not the only girl
In love with you it’s crazy
I appreciate your groove
Now I know I owe everything to you

Music
I’m so in love with my music
The way you keep me
Movin
Ain’t nobody doing what you’re doing
Doing, doing
So bring me back to the day
When tape decks press play
DJ drop the needle til the
Record just break
You are my sunlight
You are the one mic
That sound so sweet because the beat just inspires me
Ooh

No limit to your mind
Your endless love is open
To every race and kind
Could it be your blood runs golden
Baby if this world were mine
We would be singing in the Key of Life
When you’re gone I can’t survive
Cause I just can’t be without my

Music
I’m so in love with my music
The way you keep me
Movin
Ain’t nobody doing what you’re doing
Doing, doing
So bring me back to the day
When tape decks press play
DJ drop the needle til the
Record just break
You are my sunlight
You are the one mic
That sound so sweet because the beat just inspires me
Ooh

[Lauryn Hill]
Colours of sound
Scales and beauty
Audio scenery
Electric love and
Rhythmic symmetry
Written in memory
Beautifully crafted scenery
Complex or simplicity
Sonic energy
Piercing insensitivity
Sympathetic poetry
For some even identity
Collective entity
Something to belong to
A source of energy
The possibilities
Wave lengths and bandwith
Higher vibration
Energizing entire lands with
Or stand for
Lovers to walk hand in hand with
then plan for
Sanctuary chords
Harmony, melodies, even riffs can be
Disguised human essence
Sonically bottled ecstasy
Or melancholy
Agony blues angst
Exercising anxieties
Fueling entire societies
Making economies
Stimulating generating
Inspiration synonymously
Entertaining expression
Intangible invisible but undeniable
Plays the language of excitement on survival
Some call it tribal
But perspective is everything
Connected to everything
Some say collectively everything

Music
I’m so in love with my music
The way you keep me
Movin
Ain’t nobody doing what you’re doing
Doing, doing
So bring me back to the day
When tape decks press play
DJ drop the needle til the
Record just break
You are my sunlight
You are the one mic
That sound so sweet because the beat just inspires me
Ooh

Anúncios

Um pensamento sobre “Viva a vida – Música

  1. Pingback: Viva a vida – Música | balzaquianos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s